Sala de imprensa

Certificação MGPDI marca o aprimoramento sobre a gestão da inovação na Schalter

19 de Dezembro de 2016

Schalter certificada no Modelo de Gestão, Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (MGPDI)

 

Em 9 de novembro de 2016 foi concluída a avaliação dos processos de Gestão da Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI), no Perfil I – Processos Executados, na Unidade Organizacional (UO) da empresa SCHALTER ELETRÔNICA LTDA, em Porto Alegre-RS, seguindo o Modelo de Avaliação MA-MGPDI.

 

A implementação do Modelo de Referência MR-MGPDI na empresa foi realizada de novembro de 2015 a junho de 2016, com apoio da consultora de implementação Rosane Melchionna, da SOFTSUL.

 

A equipe de avaliação foi formada por: avaliador líder Renato Ferraz Machado, da QUALITYFOCUS; avaliadora adjunta Ana Marcia Debiasi Duarte, da UNOESC; e avaliadores internos Lucas Caetano e Cassius Carvalho, da SCHALTER.

 

Avaliação MGPDI – Perfil I: Processos Executados

 

O modelo MGPDI superou as nossas expectativas. “A Schalter nasceu a partir do desenvolvimento de uma impressora de cheques, na época foi uma grande inovação, desde então a empresa vem evoluindo através de desenvolvimento de novos produtos, isto ao longo dos seus 26 anos firmou, em seu DNA, um viés muito forte para a inovação, mas apesar disto estava faltando um processo ou metodologia que pudesse organizar a gestão e o controle de todas as etapas de uma inovação, da ideia, sua implementação e até a sua avaliação através de indicadores. Durante muito tempo procuramos ferramentas de gestão que pudesse suprir esta necessidade, ao conhecer o MGDPI no mesmo instante percebi que a metodologia possuía tudo aquilo que estávamos precisando, o melhor foi perceber que ainda no decorrer da implementação que este novo modelo não só nos atendeu mas superou todas as nossas expectativas.”, destacou Valtuir Fraga Caetano - Diretor Presidente da Schalter.

 

Fortalecimento na cultura de inovação. “O MGPDI representou para a Schalter uma forma estruturada de pensar a inovação. O processo de implementação proporcionou uma avaliação crítica dos principais processos que envolvem a inovação bem como uma visão sistêmica sobre o seu impacto nos diversos setores. Percebemos claramente os benefícios desta metodologia logo nos primeiros meses. Sentimo-nos felizes por ter adotado este novo modelo de melhoria de processos e também por ter proporcionado à Schalter um fortalecimento na sua cultura de inovação.”, declarou Lucas Caetano - Analista de Marketing e Líder do Grupo de Inovação da Schalter.

 

Fase de mãos-a-obra. “Graças à adoção do MGPDI, agora possuímos um modelo para a fase mais importante de todas as inovações - a fase de mãos-a-obra. Estamos muitos satisfeitos com os resultados que estão sendo colhidos, transformando todos os colaboradores em agentes ativos de futuras ideias inovadoras e gerando assim uma forte cultura de inovação na empresa.“, complementou Cassius P Carvalho - Projetista Mecânico e Líder do Grupo de Inovção da Schalter.

 

Parabéns. “A avaliação do modelo MGPDI implementado na Schalter, no Perfil I – Processos Executados, foi uma experiência ‘inovadora’. Quando vimos o relato das pessoas dizendo que agora existe um caminho determinado e organizado para a inovação, temos a certeza que o modelo de processos MGPDI terá um futuro promissor. Parabéns a todos os colaboradores da Schalter por esta importante conquista.”, concluiu o avaliador líder Renato Ferraz Machado, da QUALITYFOCUS.

 

O objetivo do modelo MGPDI é contribuir efetivamente para promover a inovação e melhorar continuamente os processos de gestão da PDI em qualquer organização, independentemente do tamanho, tipo ou atividade. Coordenado pela SOFTSUL, o projeto MGPDI tem duas metas: i) a primeira meta é técnica, visando a melhoria contínua do modelo MGPDI; ii) a segunda meta é de mercado (Go2Market), visando a difusão crescente do modelo MGPDI em organizações de todas as cinco regiões brasileiras e também do exterior, inicialmente em países da América Latina e do Caribe.

 

Fontes:

MGPDI

Softsul